Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

3º ciclo |2017-2020|

:

detalhe

Compromissos do 3º ciclo, 2017-2020
  • A-
  • A
  • A+
 

 COMPROMISSOS

 
COMPROMISSOS DO 3º CICLO | 2017-2020 |
FUNDAÇÃO PORTUGUESA “A COMUNIDADE CONTRA A SIDA”
 
Título: Não Arrisco II 
​Sumário: Tendo como eixo central o Projeto Nacional de Educação pelos Pares (PNEP) implementado por esta Fundação desde 2001 (e que também prevê uma abordagem aos consumos de substâncias psicoativas) e o anterior Projeto “Não Arrisco” (que complementou de forma sistemática as intervenções que já vinham sendo efetuadas pela FPCCSIDA, sobretudo em Agrupamentos de Escolas e outros contextos de Educação Formal), as atividades propostas, neste novo compromisso, decorrem dos princípios que lhes estão subjacentes.
Neste novo compromisso, sugerimos acrescentar com carácter obrigatório a temática sobre Consumos Abusivos/Nocivos de Álcool e Drogas – em todos os Cursos de Formação Científica e Pedagógica de Voluntários da FPCCSIDA e organizar juntamente com os voluntários do Ensino Superior ações de sensibilização em contexto académico.
Em contexto escolar, propomos a intervenção dos alunos de 9ºano constituídos em Brigadas Escolares de Intervenção (BEI) junto dos colegas de 7º ano, que desenvolverão uma sessão de sensibilização sobre Consumos Abusivos/Nocivos e a sua relação com comportamentos de risco em sexualidade. Estas sessões serão sustentadas pelos conhecimentos previamente adquiridos pelo Projeto “Não Arrisco”, nomeadamente através do exercício de escrita colaborativa “A Joana fez anos e convidou-nos para a festa…” e subsequente reflexão acerca dos conteúdos expressos nas mesmas.
Ao nível do Ensino Secundário e também na lógica da Educação pelos Pares, a intervenção será realizada pelas BUI que dinamizarão uma (ou mais) sessão/sessões de sensibilização/prevenção dos comportamentos de risco em sexualidade associados aos associados aos consumos abusivos, em contextos recreativos.
Paralelamente a estas intervenções, é nosso propósito neste novo ciclo, a abordagem à temática dos consumos em públicos mais vulneráveis e, eventualmente onde os mesmo são uma realidade mais próxima, nomeadamente aos jovens institucionalizados em Centros Educativos e junto de reclusos/as (em alguns estabelecimentos prisionais onde também há intervenção da FPCCSIDA).
 
35 FPCCSIDA 072017.pdf
Voltar