Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

1º ciclo |2010-2012|

:

detalhe

Compromissos do 1º ciclo, 2010-2012
  • A-
  • A
  • A+
 

 Compromissos

 
COMPROMISSOS DO 1º CICLO - 2011
ASSOCIAÇÃO DA HOTELARIA, RESTAURAÇÃO E SIMILARES DE PORTUGAL (AHRESP)
​Título: Código de auto-regulação dos cervejeiros portugueses para a comunicação comercial e as boas práticas no sector do alojamento e da restauração e bebidas
 

​Sumário: A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), enquanto associação de Utilidade Pública, representativa dos empregadores dos sectores do Alojamento e da Restauração e Bebidas, está ciente da Responsabilidade Social que sobre si impende em questões relacionadas com o consumo do álcool.
Dada a sua representatividade, e profundo conhecimento dos sectores que representa, a AHRESP considera que a sua presença no Fórum Nacional Álcool e Saúde assume extrema importância, não se esgotando a sua acção no compromisso ora apresentado, mostrando-nos disponíveis para, em conjunto com os demais participantes no Fórum, debater, e debelar, os atuais problemas que hoje se colocam no que diz respeito ao consumo nocivo do álcool, com especial enfoque nas vertentes da saúde e da segurança rodoviária.
Estamos assim dispostos a lançar um repto à sociedade no sentido da moderação no que diz respeito ao consumo de álcool.
Não esqueçamos que os estabelecimentos do Canal HORECA (Alojamento e Restauração e Bebidas), comercializam uma fatia significativa desta bebida.
Além do mais, a AHRESP é filiada na HOTREC. Esta entidade assume a figura de confederação, reunindo nela associações nacionais representativas dos sectores do Alojamento e dos Restaurantes, Cafés e estabelecimentos similares, de 24 países europeus, representando cerca de 1,7 milhões de empresas, que empregam cerca de 9,5 milhões de trabalhadores.
A questão da proteção da saúde, onde se insere o consumo nocivo de álcool tem sido profusamente debatida no seio da HOTREC, sendo ela própria membro do Fórum Europeu do Álcool.
A AHRESP é chamada a participar nas Assembleias-Gerais HOTREC, onde esta questão é frequentemente discutida, bem como regularmente a AHRESP recorre à HOTREC para efeitos de benchmarking sobre as questões ligadas ao consumo de álcool na Europa. Desta forma pode a AHRESP trazer ao Fórum Nacional Álcool e Saúde, uma visão global e integrada desta temática, bem como fornecer informação atualizada e tratada sobre esta matéria.
Uma das orientações que é dada pela HOTREC é precisamente a adoção de Códigos de conduta e autorregulação e comunicação comercial, área onde se insere este nosso compromisso.
Hoje em dia o sector cervejeiro tem registado uma cada vez maior procura, sendo uma bebida que possui propriedades benéficas que pode mesmo contribuir para um estilo de vida saudável, prevenindo determinadas patologias, no entanto, há todo um trabalho a fazer para que esta bebida seja consumida moderadamente, por forma a evitar todos os malefícios associados a um consumo excessivo de álcool.
É nesta sequência que tem cabimento o “Código de Autorregulação dos Cervejeiros Portugueses para a Comunicação Comercial”, que é disponibilizado de forma absolutamente gratuita, em papel, estando, em permanência, disponível no nosso site, em
www.ahresp.com.
Pretende-se, também, e em sede de Fórum, aferir da pertinência de atualização dos conteúdos deste Código.
Adveniente da lei (Decreto-Lei n.º 9/2002, de 24 de Janeiro, retificado pela Declaração de Retificação n.º 3-A/2002, de 31 de Janeiro), a AHRESP tomou a iniciativa de mandar editar e distribuir, gratuitamente, dísticos com a reprodução integral do artigo n.º 2, sobre as restrições à venda e ao consumo de bebidas alcoólicas, cumprindo, também, o seu dever de informação aos empresários do sector sobre a legislação em vigor sobre esta matéria.
Um outro meio de divulgação ao nosso dispor é a Revista AHRESP, onde se prevê a elaboração de peças jornalísticas, diretamente ligadas à sensibilização para certo tipo de práticas nocivas, por vezes mesmo ilegais, relacionadas com o álcool.
Há assim todo um conjunto de boas-práticas que é fomentado pela AHRESP, em várias frentes, no sentido de se diminuir, tanto quanto possível, a ligação entre álcool e nocividade.

2011 42 AHRESP.pdf
Voltar