Ignorar Comandos do Friso
Saltar para o conteúdo principal

Substâncias

:

detalhe

Substâncias
  • A-
  • A
  • A+
SUBSTÂNCIAS
AS DROGAS DEPRESSORAS19/12/2018

Actuam a nível do SNC, deprimindo a actividade.

Benzodiazepinas ... Álcool ... GHB ... Inalantes ... Heroína ... Cannabinóides ...

Benzodiazepinas

Benzodiazepinas - Comprimidos, cápsulas, ampolas ou supositórios.

  • As benzodiazepinas são psicofármacos depressores do SNC. São medicamentos utilizados no tratamento da ansiedade e das insónias, com efeitos tranquilizantes e ansiolíticos.
  • As benzodiazepinas são substâncias que podem assumir a forma de comprimidos, cápsulas ou, menos frequentemente, ampolas ou supositórios.
  • Geralmente são tomadas por via oral, sendo por vezes utilizada a via intravenosa (injectável).

Quais são os efeitos das benzodiazepinas?

As benzodiazepinas produzem um efeito calmante e indutor do sono (dependendo da dose). Este medicamento é muitas vezes utilizado pelos toxicodependentes para aliviar os sintomas de privação (ressaca) ou para diminuir a ansiedade.

As benzodiazepinas podem fazer-te sentir...

Depois de consumires

  • Relaxamento muscular
  • Alívio da tensão e da ansiedade
  • Apatia
  • Cansaço
  • Sonolência
  • Desinibição

Se consumires às vezes de forma exagerada

  • Overdose

Se consumires de forma exagerada durante muito tempo

  • Perturbações psicomotoras
  • Apatia
  • Confusão
  • Irritabilidade
  • Tremores
  • Vertigens
  • Visão turva
  • Diminuição da pressão sanguínea
  • Diminuição do impulso sexual
  • Icterícia
  • Danos cerebrais

E viciam?

A dependência psíquica é intensa e difícil de tratar. A dependência física instala-se quando o consumo é prolongado e em sobredosagem.

Algumas coisas que deves saber sobre benzodiazepinas...

  • Por serem um medicamento, as benzodiazepinas ....
  • Só devem ser consumidas mediante acompanhamento e receita médica, durante o período prescrito.
  • Não alterar as doses recomendadas pelo médico.
  • Não misturar benzodiazepinas com álcool nem com outras drogas, o efeito será largamente agravado.

 

álcoolÁlcool - Líquido produzido a partir de cereais, raízes e frutos.

  • O álcool é uma droga depressora do SNC com efeitos desinibidores.
  • Apresenta-se sob a forma de um líquido produzido a partir de cereais, raízes e frutos. Este líquido pode ser:
    • Fermentado - atinge concentrações etílicas entre 5 e 20%. Daqui resulta a cerveja, o vinho, a sidra, etc.
    • Destilado e/ou com adição de álcool resultante de destilação - atinge maior concentração etílica, até aos 40%
    • Daqui resulta a aguardente, o licor, o gin, o whisky, a vodka, o rum, as bebidas espirituosas, etc.
  • O álcool é uma droga. É a droga legal mais consumida em Portugal. No entanto, de acordo com a Legislação Portuguesa, só pode ser adquirida e consumida por maiores de mais de 16 anos. Por ser legal, a maioria das pessoas não valoriza os riscos que esta droga representa para a saúde. O álcool é visto como presença indispensável em festas e comemorações, caindo-se muitas vezes no abuso da substância.

Quais são os efeitos do álcool?

  • O álcool afecta de maneira diferente os homens e as mulheres. Isto deve-se ao facto das mulheres terem na sua constituição física menos água, o que faz com que o álcool seja menos diluído.
  • Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o uso do álcool começa a ser abuso, quando o homem excede diariamente a ingestão de 24 g de álcool (25 cl de vinho a 12º ou três «imperiais») e a mulher 16 g (15 cl de vinho a 12º ou duas «imperiais»).

Contudo, existem outros factores que podem influenciar o efeito do álcool nos indivíduos de ambos os sexos:

  • A graduação da bebida (bebidas destiladas ou fermentadas) / a quantidade de bebida ingerida
  • A quantidade de comida ingerida antes do consumo
  • O tamanho (constituição física do indivíduo)
  • A tolerância do indivíduo á bebida
  • O estado de espírito na altura em que se bebe (sentes-te contente, alegre, triste, zangado?)
  • O ambiente (é um ambiente alegre, descontraído e confortável, um lugar que te transmite segurança?)

Se pensas que o álcool é sinal de boa disposição, momentos divertidos, é importante saberes que  o álcool também é responsável por muitos casos de acidentes rodoviários, violência doméstica, dificuldades nas relações pessoais e sociais. Sim, o álcool nem sempre facilita a relação com o outro, na verdade dificulta esta tarefa.

Álcool em excesso - Ilusão

  • ... em excesso tens a ILUSÃO de ser mais forte, mais ágil, mais rápido. Mas na verdade estás mais fraco, menos ágil, mais lento e mais confuso. Quando bebes em excesso e resolves conduzir a pensar que uns copitos não fazem mal colocas em perigo a tua vida e a vida dos outros.

O álcool, mesmo em pequenas quantidades,

  • Deixa-te mais lento;
  • Turva a visão;
  • Diminui a percepção das distâncias.
  • Portanto é imprescindível seres responsável pelo teu comportamento e estares consciente das tuas capacidades, sabendo que o consumo de drogas é uma armadilha que te dá a ilusão de puderes fazer coisas para as quais, na realidade, não estás capacitado.
  • O abuso de álcool também favorece o aumento dos conflitos e da violência pois retira capacidade de argumentação e compreensão. Quem bebe em excesso tem tendência a não respeitar as diferenças e a ser menos tolerante. Por esta razão o álcool favorece situações de violência: violência de rua, abordagens agressivas, discussões, etc. Em muitas situações, o que começa por ser um pequeno problema, devido ao excesso de álcool, torna-se uma grande confusão!
  • Os problemas advindos do consumo de álcool estendem-se à vivência familiar. Em muitas famílias portuguesas existe abuso de álcool e consequente violência doméstica. A pessoa que bebe tende a tolerar menos a frustração fica menos aberta ao diálogo e por vezes torna-se violenta. Os abusos podem ser físicos, mentais e sexuais, (agressões, violações, insultos, humilhações, etc.). Se tens este problema liga:
  • Serviço de Informação a Vítimas de Violência Doméstica 800 202 148

O álcool pode fazer-te sentir...

Embora o álcool seja considerado uma droga depressora num primeiro momento poderá produzir efeitos euforizantes.

Depois de Consumires

  • Eufórico
  • Divertido
  • Confiante
  • Relaxado
  • Desinibido
  • Menor capacidade de escuta e compreensão
  • Aumento do tempo de resposta
  • Sonolência e visão turva

Se consumires algumas vezes de forma exagerada

  • Perda de equilíbrio - descoordenação motora
  • Redução da força muscular
  • Náuseas
  • Dores de cabeça
  • Oscilações de humor
  • Depressão
  • Agressividade
  • Coma alcoólico

Se consumires de forma exagerada durante muito tempo

  • Anemia
  • Problemas hepáticos
  • Problemas gastrointestinais
  • Diminuição das defesas do Sistema Imunitário
  • Depressão
  • Delírios
  • Psicose
  • Danos cerebrais

E vicia?

  • O álcool é uma droga que provoca dependência fisica...
  • O álcool é uma droga que provoca dependência física e psicológica. O que significa que existem sintomas físicos (suores, tremores, etc.) quando a substância não é ingerida regularmente, assim como existe um desejo constante de recorrer ao álcool.

Beber com segurança - sabes qual é a tua conta?

Quando beber significa diversão é preciso ter em atenção:

  • Beber de estômago vazio acelera os efeitos do álcool. Deves comer equilibradamente antes de consumir álcool.
  • Aprende a conhecer os teus limites e atenta nas concentrações alcoólicas das bebidas. Um cocktail pode ter uma concentração alcoólica mais elevada do que duas ou três cervejas.
  • O álcool interfere com a visão e coordenação motora. Evita conduzir depois de beber ou apanhar boleia de alguém que bebeu demais. Opta pelos transportes públicos.
  • Antes de saíres de casa planeia a tua noite, é sempre bom ter um plano alternativo.
  • Procura a companhia de pessoas da tua confiança e ambientes seguros.
  • Se estás a tomar medicação não bebas.
  • Não mistures álcool com outras drogas.
  • A ressaca pode ser atenuada comendo antes de consumir e bebendo água antes de dormir.
  • Sabias que até aos 16/18 anos o fígado ainda não está completamente formado?
  • E que o consumo de álcool poderá inibir o seu desenvolvimento normal?
  • Procura não exagerar no teu consumo de álcool, para que o teu fígado possa trabalhar em pleno!

 

GHB
GHB - Líquido, cápsulas ou pó

  • O GHB (gama-hidroxybuttyrate) ou "ecstasy líquido" é uma droga depressora usada anteriormente pelos médicos como um anestésico em cirurgias.
  • Apresenta-se vulgarmente com um líquido um pouco mais espesso do que a água, sem cor nem cheiro e um pouco salgado. Ocasionalmente aparece sob a forma de cápsulas ou pó.
  • É geralmente consumido via oral ou injectado.

Quais são os efeitos do GHB?

Os efeitos dependem:

  • das características de quem consome (idade e sexo)
  • tempo de consumo
  • qualidade da substância (mais pura ou mais adulterada)
  • quantidade consumida (maior ou menor)
  • ambiente consumo (sózinho ou em grupo)

O GHB é também conhecido por bloquear temporariamente a vontade das pessoas.

  • Os efeitos do GHB são tanto mais graves quanto mais o produto estiver associado a outras drogas.
  • Os efeitos do GHB aparecem, aproximadamente, após 10 minutos de ter sido consumido, atingindo o pico 2 horas depois. Os efeitos podem durar um dia ou mais.
  • Nota: Os efeitos do GHB, em pequenas doses, são muito parecidos com os efeitos do álcool.

O GHB pode fazer-te sentir...

Depois de consumires

  • Sensação de bem-estar
  • Euforia
  • Relaxamento
  • Aumento da confiança
  • Desinibição
  • Aumento do desejo sexual
  • Dores de cabeça
  • Tonturas
  • Náuseas
  • Sonolência
  • Perda de controlo muscular
  • Problemas respiratórios
  • Perda de consciência
  • Amnésia

Se consumires algumas vezes de forma exagerada

  • Agitação
  • Alucinações
  • Desorientação
  • Discurso incoerente
  • Dificuldade de concentração
  • Dificuldade em focar a visão
  • Perda de coordenação
  • Relaxamento muscular
  • Apatia
  • Desmaio
  • Coma

Se consumires de forma exagerada durante muito tempo

  • São ainda desconhecidos os efeitos e riscos para a saúde do consumo continuado.

E vicia?

  • São ainda desconhecidos os efeitos e os riscos que o consumo continuado de GHB provoca ao nível da saúde física e psicológica do indivíduo. A dependência é possível em ambas as vertentes.

Algumas coisas que deves saber sobre o GHB

  • É uma substância da qual ainda se conhece muito pouco. Mas sabemos que é uma substância potencialmente perigosa
  • O GHB é feito a partir de químicos e fabricado em laboratórios ilegais. Consequentemente é impossível saber a concentração da substância, ou seja, não sabes o que de facto pode estar a ser consumido. A diferença entre uma dose adequada e uma overdose é muito pequena.
  • Por vezes os efeitos podem não ser os esperados. Contudo, é necessário ter a noção do risco que se corre quando se opta por repetir o consumo quando os efeitosnão ocorrem imediatamente. Corre-se o risco de overdose.
  • Evita conduzir sob o efeito de GHB ou apanhar boleia de alguém que consumiu. Opta pelos transportes públicos.
  • Como o GHB é uma droga depressora, o risco de overdose é mais elevado se for misturado com outras drogas depressoras como o álcool, heroína ou sedativos (como a ketamina). Existem registos de mortes associadas ao consumo de doses elevadas ou à mistura com álcool.
  • O GHB é uma droga com efeitos depressores: as pessoas asmáticas, com problemas respiratórios ou com tensão baixa não devem consumir GHB porque o seu organismo já possui uma deficiência que pode ser potenciada pelos efeitos da substância.
  • É necessário cuidado com as pessoas com quem partilhas o consumo, contudo evita consumir sozinho.

 

InalantesInalantes - Aerossóis, gasolina, colas, esmaltes, tintas, vernizes...

  • Os inalantes são substâncias que soltam vapores em contacto com o ar. Estes vapores, introduzidos no organismo através da aspiração pela boca ou pelo nariz, são psicoactivos. Estes produtos são muitas vezes bebidos (altamente perigoso!).
  • Existem diversas substâncias que podem ser inaladas. As mais usuais são produtos químicos de uso doméstico como aerossóis, gasolina, colas, esmaltes, tintas, vernizes, acetonas, éter ou ambientadores.

Quais são os efeitos dos inalantes?

  • São muitos os produtos que podem ser inalados, por essa razão também os seus efeitos são muitos e variados. Os efeitos dos inalantes surgem imediatamente após o consumo e desaparecem rapidamente. Em doses elevadas podem provocar intoxicações muito graves.
  • Os efeitos são muito semelhantes aos do álcool, mas sentidos num período de tempo mais curto. As dores de cabeça e as tonturas são efeitos muito comuns no pós consumo. Embora sejam consideradas substâncias depressoras muitas pessoas podem sentir euforia, agressividade, alucinações (divertidas ou assustadoras)...

Os Inalantes podem fazer-te sentir...

Depois de consumires

  • Náuseas
  • Vómitos
  • Espirros
  • Tosse
  • Muita produção de saliva
  • Corar
  • Euforia
  • Desinibição
  • Excitação
  • Exaltação de humor
  • Desorientação
  • Possíveis alucinações
  • Agressividade
  • Hiperactividade
  • Vertigens
  • Falta de coordenação
  • Sonolência
  • Perturbações de visão
  • Menor auto-controle
  • Dores de cabeça
  • Sensações de relaxamento
  • Falta de concentração

Se consumires algumas vezes de forma exagerada

  • Coma
  • Convulsões
  • Danos cerebrais
  • Ataxia
  • Asfixia
  • Morte

Se consumires de forma exagerada durante muito tempo

  • Quadros psicóticos
  • Menor capacidade intelectual
  • Anorexia
  • Lesões nos rins
  • Lesões no fígado
  • Lesões nos pulmões
  • Lesões no coração
  • Lesões na medula óssea
  • Destrói a membrana nasal

E viciam?

  • Existe dependência psicológica mas a dependência física não está provada cientificamente.

Algumas coisas que deves saber sobre os inalantes...

  • Embora os produtos possam parecer, à partida, substâncias inofensivas, quando inalados são muito perigosos, podendo provocar uma paragem cardíaca rapidamente.
  • A inalação destas substâncias destrói a membrana nasal.
  • Por serem produtos venenosos, se forem bebidos em vez de inalados podem provocar morte imediata.
  • Estas são substâncias que alteram o tempo de resposta aos estímulos internos e externos. Ao consumir, o utilizador deverá procurar locais seguros e pessoas de confiança de forma a reduzir os riscos de acidentes.
  • Os riscos do consumo mesmo que pontual são muito elevados. Os inalantes são drogas em que experimentar pode significar a morte.

 

HeroínaHeroína - Pó castanho ou branco

  • A Heroína é uma droga analgésica feita a partir da morfina que, por sua vez, vem da papoila dormideira "Papavera Somniferum".
  • Existem muitos derivados opiáceos muitos deles utilizados no próprio tratamento da dependência de heroína.
  • A heroína é um pó castanho, podendo também ser branco ou apresentar-se num tom entre estas duas cores. É habitualmente inalada ou injectada.

Quais são os efeitos da heroína?

  • Os efeitos são rápidos, em particular quando injectada. Podem durar cerca de uma hora.

A heroína pode fazer-te sentir...

Depois de consumires

  • Alívio da dor
  • Diminuição do ritmo cardíaco
  • Diminuição do ritmo da respiração
  • Dilatação dos vasos sanguíneos
  • Contracção da pupila
  • Náuseas
  • Vómitos
  • Sonolência
  • Obstipação
  • Relaxamento
  • Sensação de euforia e bem-estar
  • Alheamento da realidade
  • Alívio da dor e ansiedade

Se consumires algumas vezes de forma exagerada heroina

  • Overdose
  • Coma
  • Morte

Se consumires de forma exagerada durante muito tempo

  • Elevada dependência física
  • Degradação física
  • Emagrecimento extremo
  • Letargia
  • Disfunções sexuais
  • Amenorreia
  • Perturbações do sono
  • Distúrbios alimentares
  • Depressão

E vicia?

  • A heroína é uma droga altamente aditiva. Ou seja, existe dependência física e psicológica.
  • A dependência psicológica pode ser mais acentuada, dependendo do estilo de vida das pessoas e dos problemas que enfrentam. O organismo desenvolve uma tolerância à substância o que significa que quem consome tem tendência para consumir mais para sentir os mesmos efeitos. Os consumidores dependentes da heroína consomem muitas vezes para evitar os sintomas de ressaca.
  • O que é a ressaca? A palavra ressaca significa que alguém deixou de consumir e o organismo sente a falta da substância. Pode acontecer haver dores, espasmos musculares, tremores, suores, convulsões e ansiedade. Estes sintomas podem durar uma semana, embora a sensação geral de mal-estar e fraqueza possa durar mais tempo. Muitas pessoas conseguem deixar a heroína, mas a nível psicológico a dependência pode demorar anos a desaparecer. Por esta razão é necessário que para além do acompanhamento médico a pessoa também seja acompanhada psicologicamente de forma a conseguir lidar com os seus problemas e ansiedades e conseguir controlar o desejo de consumir. Consulta a secção sobre tratamento e aprofunda estas questões!
  • Por ser uma droga que proporciona alívio da dor e da ansiedade é escolhida por muitas pessoas com problemas e medos que não conseguem ultrapassar. Por outro lado, muitos evitam consumir heroína por ser uma droga que anestesia os sentidos.

E que outros riscos pode representar para a saúde?

  • A heroína é uma droga que vicia independentemente da forma como é consumida. Não é apenas o consumo injectável que conduz à adição, inalar uma chinesa é igualmente viciante.
  • Podem existir comportamentos de risco para a saúde, se por ex. o consumidor de heroína por via injectável partilhar material de injecção (seringa, algodão, carica, etc) - perigo de contraír hepatite, VIH, etc.
  • Ter relações sexuais desprotegidas com pessoas que possam terem contraído doenças infecciosas graves (hepatite, VIH).
  • O consumo continuado conduz à diminuição do ritmo do sistema respiratório (depressão), podendo ocorrer Pneumonia.
  • O consumo de heroína por via injectável poderá provocar danos a nível vascular (nas veias), bem como abcessos e septicémia (envenenamento do sangue).
  • A heroína é vendida muitas vezes misturada com outras substâncias. Estes aditivos, muitas vezes inofensivos (glucose, etc.), podem ser substituídos por outros que representem variados e desconhecidos perigos para a saúde.
  • A heroína pode ainda apresentar-se na sua forma mais pura (sem qualquer aditivo), situação em que o consumo pode provocar uma overdose.

 

imagem abstractaCannabinóides

  • Cannabis - Marijuana ou erva, haxixe ou chamon e óleo de cannabis ou óleo de haxixe.
  • A Cannabis vem da planta "Cannabis Sativa". Apresenta-se sob três formas: a marijuana ou erva, o haxixe ou chamon e o óleo de cannabis ou óleo de haxixe.
  • O princípio activo responsável pelos seus efeitos é o THC - tetrahidrocannabinol. A parte fêmea da planta é a que contém geralmente a maior concentração de THC. Existem diferentes tipos de cannabis uns mais fortes que outros.
  • A cannabis é geralmente fumada com tabaco mas também pode ser consumida por ingestão.

Quais são os efeitos da Cannabis?

  • A cannabis é uma droga com efeitos ambíguos.
  • Não é estimulante, também não é depressora e só é alucinogénia se for tomada em grandes quantidades.
  • Os efeitos começam após alguns minutos do consumo e podem durar uma hora ou mais.
  • Sabias que cozinhar ou comer haxixe torna os efeitos mais intensos e difíceis de controlar?

A cannabis pode fazer-te sentir...

Depois de Consumires

  • Relaxamento
  • Euforia
  • Desinibição
  • Maior sensibilidade aos estímulos externos
  • Lentificação do pensamento e dos movimentos
  • Alteração da memória imediata
  • Desconcentração
  • Alterações físicas (aumento da frequência cardíaca, olhos vermelhos, aumento do apetite)

Se consumires algumas vezes de forma exagerada

  • Alucinações
  • Naúseas
  • Ansiedade
  • Paranóia
  • Descoordenação motora

Se consumires de forma exagerada durante muito tempo

  • Debilitação física
  • Problemas respiratórios
  • Desmotivação
  • Isolamento
  • Ansiedade
  • Paranóia
  • Problemas de memória, atenção e concentração
  • Psicoses

E vicia?

  • O consumo de cannabis pode provocar dependência psicológica.
  • Embora a cannabis tenha sido sempre apontada como uma substância que não causa dependência física, a paragem dos consumos pode dar origem a sintomas de privação como a ansiedade, irritabilidade, insónias, redução de apetite, etc.
  • Quando é consumida com tabaco pode instalar-se a dependência da nicotina

Algumas coisas que deves saber sobre a cannabis...

Quando se consome cannabis é fundamental:

  • Não misturar com álcool ou outras drogas - A cannabis diminui os reflexos, mesmo em pequenas quantidades.
  • Não conduzir! Andar de transportes públicos.
  • Evitar lugares confusos e situações de conflito.
  • Ter cuidado com as pessoas que se escolhe para consumir, mas evitar consumir sozinho.
  • Pedir ajuda em caso de mal-estar após o consumo, enjoo, palpitações ou vómitos.

Evitar consumir quando: tiveres de estudar, trabalhar, ou tomar decisões importantes; estiveres triste, deprimido, ansioso, só irá agravar a situação; em caso de problemas do foro psicológico/psiquiátrico ou neurológico.

Voltar